O que é DevSecOps?

Definição de DevSecOps

DevSecOps, que significa desenvolvimento, segurança e operações, é uma metodologia na qual a segurança é abordada desde o início do processo de desenvolvimento de software. A metodologia DevSecOps combina automação, uma cultura de compartilhamento de conhecimento e práticas de design de plataforma para integrar a segurança em todo o ciclo de vida de TI. O objetivo é promover a responsabilidade compartilhada pela segurança entre as equipes e simplificar mais rapidamente o processo de identificação e correção de vulnerabilidades.

Ao compartilhar visibilidade, feedback e ameaças conhecidas, como possíveis malwares ou vazamentos de dados, o DevSecOps ajuda todas as equipes a manter a segurança em mente, do desenvolvimento à produção.

DevSecOps Continuum Diagram

Como o DevSecOps funciona?

O DevSecOps funciona automatizando a integração da segurança em todos os estágios do ciclo de desenvolvimento de software. Ele integra a segurança de aplicações e infraestrutura a processos e ferramentas usados no desenvolvimento de software Agile e DevOps.

O desenvolvimento Agile é uma abordagem iterativa e incremental para o desenvolvimento que se concentra na colaboração da equipe. DevOps (desenvolvimento e operações) é uma metodologia que visa otimizar os fluxos de trabalho automatizando os pipelines de entrega usando um ciclo de CI/CD (integração contínua, entrega/implantação contínua).

Tanto o Agile quanto o DevOps são metodologias voltadas para a otimização de processos que visam agilizar os ciclos de entrega, garantir distribuições incrementais e frequentes, manter ciclos contínuos de feedback e reduzir os atrasos. Quando a segurança é integrada no início do ciclo de desenvolvimento de software, e depois em cada estágio dele, você consegue o DevSecOps.

Mudança na cultura
O DevSecOps integra a segurança, garantindo que ela seja, em nível organizacional, responsabilidade de todos. Com a união das equipes de operações de TI, de desenvolvimento e de segurança, o DevSecOps permite a automação do fornecimento seguro de software: “software, seguro, com maior rapidez”.

Ao deslocar as considerações de segurança para o início do ciclo de desenvolvimento ("shifting left"), o DevSecOps garante que as falhas de segurança sejam identificadas e corrigidas logo no estágio inicial para evitar problemas mais sérios posteriormente e na produção.

Automação
O DevSecOps usa a automação para testes de segurança, avaliações de vulnerabilidade e processos de implantação. Para isso, o DevSecOps usa ferramentas automatizadas que podem verificar o código, as configurações e a infraestrutura. A automação garante visibilidade abrangente, aumenta a eficiência, acelera a entrega do produto e permite verificações de segurança consistentes e replicáveis.

Processo
O DevSecOps implementa a segurança em todos os estágios do processo de desenvolvimento. Ele realiza isso com:

  • Testes automatizados: a realização de testes automatizados de segurança em todos os estágios de desenvolvimento e implantação garante que o produto ou software permaneça seguro.
  • Monitoramento contínuo: a cada estágio do ciclo, as equipes de segurança monitoram as vulnerabilidades no código.
  • Ciclos de feedback: um ambiente colaborativo que elimina o isolamento entre as equipes de desenvolvimento, operações e segurança permite que as equipes de desenvolvimento resolvam prontamente os problemas de segurança.

Por que o DevSecOps é importante?

O DevSecOps é importante porque, à medida que as empresas produzem mais software em um ritmo mais rápido e em ambientes mais complexos, a probabilidade de falhas de segurança aumenta exponencialmente.

As tecnologias nativas da nuvem não são adequadas para políticas de segurança estáticas. Suas arquiteturas e seus componentes (ou seja, sem servidor, microsserviços, containers em microsserviços) oferecem mais flexibilidade aos desenvolvedores, mas também representam mais complexidade do ponto de vista da segurança. A importância da segurança na nuvem, com a crescente necessidade de iterar mais rápido do que antes e com o aumento das preocupações em relação à segurança cibernética, força o DevOps a se adaptar. Esse novo cenário de desenvolvimento é o motivo pelo qual o DevSecOps é valioso e necessário.

Além disso, para os usuários, o DevSecOps é importante, pois aumenta a eficiência e garante uma melhor segurança do software. A oferta mais rápida de um produto mais seguro se traduz em satisfação do cliente, o que tem reflexos no resultado final. O DevSecOps não apenas ajuda a otimizar a conformidade, apoiando uma postura de segurança mais proativa, mas também sinaliza para o cliente que a segurança é fundamental para o serviço ou produto fornecido.

Benefícios do DevSecOps

O DevSecOps beneficia vários estágios do ciclo de vida do desenvolvimento e, por extensão, tem impactos positivos na satisfação do cliente. Abaixo, alguns benefícios importantes:

  • Melhoria da postura de segurança: a postura de segurança do DevSecOps é inerentemente proativa. Ao integrar a segurança em todas as etapas do processo, o DevSecOps permite que as equipes identifiquem e resolvam as vulnerabilidades de segurança logo no início, antes que elas causem problemas demorados e potencialmente caros no futuro. Uma abordagem proativa à segurança reduz o risco de violações de dados e ataques cibernéticos prejudiciais e potencialmente graves.
  • Respostas mais rápidas às ameaças: ao adotar uma abordagem proativa, o DevSecOps elimina as falhas de segurança logo no início, limitando o número de ameaças às quais o software ou as aplicações possam estar vulneráveis quando estiverem ativos. Com isso, os processos de segurança são simplificados e as respostas às ameaças são mais rápidas. Além disso, a automação, que ajuda na detecção e atenuação antecipadas, também garante que os patches ou atualizações sejam implantados rapidamente, minimizando a janela de ataque. Isso garante um ciclo seguro de integração e implantação ou de entrega.
  • Eliminação de grupos isolados: o DevSecOps incentiva e promove a colaboração entre as equipes de desenvolvimento, segurança e operações. Essa colaboração permite que as equipes superem a fragmentação, contribuindo para o objetivo comum de um fornecimento de software rápido, seguro e bem-sucedido.
  • Visibilidade aprimorada: a essência da saúde e da eficiência das stacks de tecnologia complexas, híbridas e nativas da nuvem nos dias de hoje é a visibilidade ou observabilidade geral. Obter melhor visibilidade em cada estágio do processo de desenvolvimento do ponto de vista da funcionalidade, do desempenho da aplicação, do uso de recursos e da segurança é essencial para o êxito da solução de observabilidade, que, por sua vez, é fundamental para um ambiente digital saudável, otimizado e seguro.
  • Conformidade: o DevSecOps integra verificações de conformidade ao pipeline de desenvolvimento. Ao fazer isso, ele garante que as organizações estejam aderindo a normas e padrões específicos de geolocalização em cada etapa do processo.
  • Redução no tempo para entrada no mercado: com a integração da segurança no ciclo de DevOps, o DevSecOps elimina o tradicional gargalo que ocorre quando a reflexão sobre segurança se dá tardiamente no processo de desenvolvimento. O uso da automação em DevSecOps também reduz a intervenção manual. O resultado é a maior rapidez na entrada de produtos e atualizações no mercado. A redução no tempo de entrada no mercado e a segurança proativa proporcionados pelo DevSecOps também têm um impacto na economia de custos. Uma implantação mais rápida representa maior eficiência e produtividade, e a segurança proativa garante a redução das violações, do tempo de inatividade e das correções de emergência.
  • Resiliência do sistema e processo adaptativo: com monitoramento e testes contínuos que ajudam a identificar e solucionar vulnerabilidades, o DevSecOps contribui para criar a resiliência do sistema. Por ser um processo adaptativo que pode amadurecer junto com a organização e suas necessidades de segurança, o DevSecOps promove ainda mais a resiliência do sistema. Um sistema que evolui em resposta a ameaças e que pode ser redimensionado conforme necessário é resiliente.

Os desafios do DevSecOps

A implementação do DevSecOps, apesar de seus benefícios, pode apresentar alguns desafios.

O engajamento da equipe
O DevSecOps não é apenas uma nova ferramenta, é uma mudança cultural. Qualquer mudança cultural pode enfrentar resistência, especialmente quando afeta a maneira como as equipes estão acostumadas a trabalhar. O DevSecOps tem o objetivo de eliminar o isolamento entre as equipes, o que exige que as operações e o desenvolvimento passem a se preocupar com a segurança e também assumam a responsabilidade por ela.

Um elemento adicional no desafio de integrar as equipes é a necessidade de desenvolver novos conjuntos de habilidades. As equipes de desenvolvimento e operações precisam adquirir as habilidades das equipes de segurança e vice-versa. Talvez essas ações consumam muitos recursos, e algumas organizações podem ter dificuldade para encontrar indivíduos que assumam e desenvolvam essas novas habilidades. O treinamento e a educação são os principais componentes de uma implementação bem-sucedida do DevSecOps.

Integração de novas tecnologias
A automação, que é fundamental para o DevSecOps, exige novos conjuntos de ferramentas para testes e monitoramento de segurança. Essas ferramentas precisam ser compatíveis com os ambientes existentes, e isso pode exigir um grande consumo de tempo e recursos, tanto para os tomadores de decisões de TI quanto para suas equipes. A automação também exige tempo. Ela precisa ser configurada, testada e submetida a manutenções para que o fluxo de trabalho de DevSecOps seja bem-sucedido. Assim como a integração de ferramentas, a automação exige um conjunto adicional de habilidades ou uma reorganização da equipe, o que pode ser um desafio em determinadas organizações.

Obtenção de conformidade
Embora a conformidade seja, em última análise, um benefício do DevSecOps, chegar lá sem sacrificar a agilidade pode ser um desafio. É necessário um nível adicional de especialização ou um esforço adicional da equipe para manter a agilidade e, ao mesmo tempo, garantir a conformidade regulatória.

Embora esses desafios possam afastar as organizações da adesão ao DevSecOps, eles são um argumento a favor da metodologia. Estabelecer a colaboração entre equipes para superar e resolver esses desafios é fundamental para uma adesão eficiente e um fluxo de trabalho implementado de forma satisfatória.

DevSecOps X DevOps

DevOps, que significa desenvolvimento e operações, refere-se a uma cultura abrangente que desfaz o isolamento tradicional entre as equipes de desenvolvimento e operações, com o objetivo de agilizar a implantação de produtos e atualizações e aumentar a colaboração entre as equipes, visando a um fluxo de trabalho mais eficiente e holístico.

O DevSecOps rompe o isolamento adicional da equipe de segurança e acrescenta um terceiro braço à cultura de colaboração do DevOps. Enquanto no DevOps a segurança é isolada para o estágio final do desenvolvimento, com o DevSecOps, a segurança é integrada ao processo desde o início e durante todo o ciclo de desenvolvimento.

Cinco dicas para selecionar uma ferramenta DevSecOps

Embora existam várias ferramentas disponíveis no mercado para fins de DevSecOps, há certos recursos que você deve ter em mente ao selecionar a mais adequada para a sua organização.

  1. Encontre uma ferramenta que se integre perfeitamente aos seus sistemas e fluxos de trabalho atuais.
  2. A ferramenta deve oferecer total observabilidade de todos os seus registros, métricas, desempenho de aplicações e segurança.
  3. Monitorar, medir e analisar cada etapa do pipeline de CI/CD é uma qualidade essencial para a ferramenta.
  4. Prefira uma ferramenta que proteja, monitore e relate a implantação e a orquestração de containers.
  5. A ferramenta ideal é aquela que pode ser redimensionada de acordo com suas necessidades.

Práticas recomendadas para o DevSecOps

Para se beneficiar totalmente das vantagens do DevSecOps, considere estas práticas recomendadas para incorporar a segurança em seus fluxos de trabalho de desenvolvimento e operações.

“Shift left”
Esse é o lema e o mantra do DevSecOps. O deslocamento da segurança para o início do processo de desenvolvimento garante que ela seja parte integrante do fluxo de trabalho e esteja incorporada em todo o processo.

Esse conceito permite que as equipes detectem as vulnerabilidades logo no início e as resolvam antes que se tornem problemas mais significativos no futuro. Dessa forma, a equipe de desenvolvimento pensará na implementação da segurança da aplicação à medida que a desenvolve.

Implementação de rastreamento, auditoria e monitoramento
A implementação da capacidade de rastreamento, auditoria e visão é fundamental para um processo eficaz de DevSecOps, pois proporciona insights mais profundos. Insights mais profundos geram informações acionáveis para melhorar a eficiência, a resiliência e a produtividade geral do sistema. O rastreamento é usado principalmente para depuração, mas também desempenha um papel importante na proteção do código durante o desenvolvimento de aplicações e na garantia da conformidade com os requisitos regulatórios.

A auditoria dos controles de segurança técnicos, processuais e administrativos é fundamental para a conformidade. É imprescindível ter controles bem documentados e que sejam seguidos por todos os membros da equipe.

O monitoramento é essencial para um ambiente DevSecOps. Ter visibilidade do sistema e do ciclo de vida do desenvolvimento é crucial para a segurança. A implementação de alertas também garante a responsabilidade da equipe, permite uma resposta mais rápida aos problemas e, de modo geral, ajuda as equipes a entender como o trabalho delas se cruza.

As pessoas, os processos e a tecnologia
A implementação do DevSecOps começa com as pessoas, o que nos remete à cultura. A educação é um componente crucial para mudar a cultura de suas equipes e capacitar as pessoas a adotar o DevSecOps. Uma mudança positiva requer uma liderança forte e boa.

Mudar a mentalidade gera uma mudança no processo: isso é necessário para dar à segurança espaço para deslocar-se para o início do desenvolvimento. A implementação de um processo de DevSecOps também pode exigir novas ferramentas e mais automação.

Treinamento e mais treinamento
Parte da adoção de uma estratégia de DevSecOps deve ser um treinamento sólido. Os desenvolvedores não têm necessariamente habilidades de segurança, e os profissionais de segurança nem sempre conhecem as rotinas dos desenvolvedores. A educação, tanto do ponto de vista da cultura e dos valores quanto das habilidades, do conhecimento e das ferramentas, garantirá uma implementação bem-sucedida do DevSecOps em qualquer organização.

DevSecOps com a Elastic

O DevSecOps e a Elastic andam de mãos dadas. Com sua stack de tecnologia ELK, a Elastic pode unificar todos os dados com o objetivo de monitorar e solucionar problemas de sistemas que permitem que o DevSecOps trabalhe em conjunto com mais eficiência.