Elasticsearch Service on Elastic Cloud já disponível no Microsoft Azure | Elastic Blog
News

Elasticsearch Service em Elastic Cloud já disponível no Microsoft Azure

Temos a satisfação de anunciar que o Elasticsearch Service em Elastic Cloud agora oferece suporte a implantações no Microsoft Azure. O lançamento do Elasticsearch Service no Azure será uma boa notícia para muitos dos nossos usuários de serviços gerenciados que desejam mais opções de provedor de nuvem e valorizam o poderoso alcance global do Azure. As organizações que se padronizaram no Azure agora poderão aproveitar a conveniência de um serviço Elasticsearch totalmente hospedado, desenvolvido pelos criadores do Elasticsearch, em sua plataforma de nuvem preferida — uma excelente novidade!

Os usuários do Elasticsearch Service no Azure agora podem implantar o Elasticsearch e o Kibana totalmente hospedados desenvolvidos pelos criadores do software com apenas um clique. Os clientes existentes do Elasticsearch Service podem lançar implantações no Azure em suas contas existentes, enquanto os novos usuários podem começar com uma avaliação grátis por 14 dias do Elasticsearch Service.

Aumento da colaboração bem-sucedida entre a Elastic e a Microsoft

Oferecer nosso Elasticsearch Service no Azure é uma das maneiras de melhorarmos ainda mais a experiência dos usuários com os produtos Elastic Stack e Microsoft. Muitos dos nossos usuários já implantam o Elasticsearch no Azure, em geral utilizando o modelo ARM para o Elastic Stack que foi lançado em colaboração há vários anos. Oferecemos suporte às tecnologias Microsoft em outras áreas, como nossos clientes do .NET, o Winlogbeat para a coleção de eventos do WindowsOS, a integração do Azure Active Directory para proteger os clusters do Elasticsearch e o suporte de .NET em nosso produto Elastic APM. A colaboração com a Microsoft é importante porque nos ajuda a atender a nossa comunidade de usuários comuns.

O Elasticsearch com o Azure, e todos os recursos que você adora

O Elasticsearch Service on Elastic Cloud é o serviço hospedado oficial do Elasticsearch e Kibana, criado e respaldado pela Elastic. Ele oferece recursos — como Elastic APM, SIEM, Maps, Canvas, aprendizado de máquina e muito mais — além de conhecimento em suporte tecnológico que você simplesmente não encontrará em nenhum outro lugar. Os usuários podem aproveitar o Elasticsearch e o Kibana com confiança, sabendo que sempre terão os mais recentes patches de lançamento e de segurança e poderão atualizar suas implantações com apenas um clique e inatividade zero.

E agora todos esses benefícios estão disponíveis aos clientes do Azure.

“O foco no desenvolvedor e no open source compartilhado por ambas as empresas tornou essa integração um caminho bastante natural. O compromisso da Microsoft com a escolha é evidente em sua experiência de desenvolvedor no Microsoft Azure e reflete o nosso próprio compromisso”, afirmou Shay Banon, fundador e CEO da Elastic.

Scott Guthrie, Vice-Presidente Executivo de Computação em Nuvem e Inteligência Artificial da Microsoft Corp., disse que “À medida que os clientes adotarem os serviços de nuvem, ter uma solução para suas mais importantes necessidades como pesquisa, logs, observabilidade e segurança dos aplicativos cruciais representará uma vantagem essencial. O foco na escolha do desenvolvedor e nos serviços gerenciados o qual é compartilhado pela Microsoft e pela Elastic beneficia nossos clientes mútuos.”

A versão beta pública está ja acessível a todos os clientes e usuários de avaliação do Elasticsearch Service disponibilizados por duas regiões do Azure — Leste dos EUA 2 na Virgínia e Europa Ocidental na Holanda — e inclui um conjunto completo de recursos do Elasticsearch Service. Durante o período beta, o suporte técnico da Elastic estará disponível incluindo suporte de missão crítica. Mais adiante em 2019, pretendemos migrar o serviço para o estado de disponibilidade geral.

Como parte do nosso lançamento beta, também estamos oferecendo um período promocional em que a transferência de dados (dentro/fora/entre nós) e o armazenamento de instantâneos (total de tamanho de armazenamento e solicitações) sejam gratuitos. Aguardamos ansiosamente seus comentários durante a versão beta pública e anunciaremos mais detalhes sobre o período promocional em breve.

As equipes de engenharia da Elastic e da Microsoft colaboram em benchmark e seleção cuidadosos das máquinas virtuais ideais para oferecer suporte a uma variedade de casos de uso da Elastic com diferentes perfis de desempenho ao executar o Elasticsearch Service no Azure. Esse esforço resultou em quatro modelos de implantação que otimizam o Elasticsearch Service no Azure:

  • E/S de alto nível: perfeito para casos de uso de pesquisa ou gerais, esse modelo é executado sobre máquinas virtuais de série L que têm SSD NVMe local otimizado para altos níveis de leitura/gravação.
  • Hot/warm: uma poderosa arquitetura perfeita para casos de uso de séries de tempo e logs, combinando SSD NVMe para acesso rápido e uma taxa de RAM/disco de 1:100 com armazenamento em HDD para permitir retenção mais econômica.
  • Alta CPU: comumente usado para scripts, cálculos, processamento de ingestão ou outros casos de uso intenso de computação, esse modelo oferece o dobro da CPU.
  • Alta memória: oferece aos casos de uso de pesquisa uma opção econômica para volumes menores de dados.

Comece com o Elasticsearch Service no Azure

Os usuários existentes do Elasticsearch Service podem simplesmente fazer login e selecionar as regiões do Azure ao criar uma implantação. Se estiver procurando migrar cargas de trabalho autogerenciadas, confira nossa documentação, com mais detalhes neste webinar — nos empenhamos para tornar a migração o mais simples possível e estamos focados em torná-la ainda melhor para nossos clientes a cada versão.

É novato no Elasticsearch Service? Você pode encontrar o Elasticsearch Service no Azure Marketplace ou no site da Elastic. Comece com uma avaliação por 14 dias hoje mesmo — basta ter um endereço de e-mail. Se ainda tiver dúvidas, estamos aqui para ajudar.